A paixão não tem endereço


A paixão não tem endereço. Como um barco onde cada porto é sua morada. A paixão voa com os ventos, como pássaros que buscam as melhores árvores para plantarem seus ninhos. A paixão só não sobrevive debaixo d’água. Quer emergir para poder respirar. Cada respiro é um novo encontro.

Se conheceram num sarau. Ela, que trabalha para um jornal, ficou próxima. Como quem quer saber todas as notícias.

Ele, filho do vento, se aproximava como uma leve brisa.

Ele falou em seus ouvidos segredos incompreensíveis. Ela ria por que as palavras não importavam naquele momento.

Dançaram com os lábios. Distraiam-se para que ficassem atentos um ao outro.

Ela abdicou das amigas por que apostou na paixão. Ele contou com o amigo por que apostou na paixão. A primeira foto foi feita pela segurança de trânsito. Seus corações estavam em alta velocidade.

Tiveram trinta minutos de conversa em outro lugar para que conhecessem suas vozes.

Ela gentilmente abriu a porta e depois de tanto tempo a paixão voltava a lhe fazer visita.

Anuncios

3 comentarios el “A paixão não tem endereço

  1. Como é bom esta apaixona, vemos coisas e sentimos uma grandeza sem explicação. Continue apaixonado por tudo que faz. Beijos e sucesso…

  2. Se conheceram num carro;
    Ela, evangélica e de Feira de Santana; Ele, escritor e do mundo, contudo deram BOAS risadas…..rsrsrsrsrssr
    Adorei o texto visitarei sempre…
    Abraços

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s